segunda-feira, 3 de outubro de 2011

A importância do tesão





Ele passa na sua casa, te leva pra jantar, vocês vão ao cinema, depois ele sugere que estendam a noite e você topa. Vocês vão pra um motel ou pra casa dele, dão uns beijos… Até rolam umas preliminares, bacana, depois vocês já estão na cama. Você até chega ao orgasmo. Então eu vou te perguntar: o sexo foi bom? Você vai responder: ah, foi normal. Eu cheguei ao orgasmo tá bom, tá legal.

Com a banalização do sexo, o tesão foi ficando pra trás e a transa perdeu muito de sua alma. E como é que a gente reconhece esse tal de T?
Não é só gostar ou estar a fim da pessoa?
Não! Veja os sintomas:
- vontade de tirar a roupa da pessoa toda vez que a vê
- delírios ao pensar no beijo
- vontade de morder
- delírios ao lembrar do cheiro
- vontade de encostar
- ficar excitada logo no primeiro beijo
- sentir o corpo estremecer com a pegada do maluco (e não estou falando no sentido figurado)

Só ficar excitada nas preliminares, sem desejo, sem expectativa, pode fazer o sexo fluir bem e você chegar ao orgasmo… Mas, como já dizia a minha avó, a comida fica muito melhor quando se está com fome.
Então, se você não tem fome da pessoa antes mesmo de encontrá-la, não perca seu tempo num sexo arroz com feijão. Levante a bandeira do tesão e só pratique sexo (seguro) com quem te desperta muito desejo de verdade. Não basta ser bonito, não basta ser ficante, não basta ser namorado, não basta ser gostoso. Se não houver a química que faz acender o grande fósforo do tesão, não perca seu tempo.
E pode ter certeza que, se houver tesão, o orgasmo vem muito mais fácil e muito mais intenso.
Fotos Sex Shop PIMENTA CARIOCA RUA SENADOR POMPEU, 1415 LJ 7 CENTRO FORTALEZA

Nenhum comentário:

Postar um comentário